segunda-feira, 26 de abril de 2010

O misterioso barulho de tique-taque



Gente, quem ainda não assistiu esse vídeo do Potter Puppet Pals? The mysterious ticking noise. É fantástico! Muito engraçado, sem falar que a música pega!
E foi inspirado nesse vídeo que lembrei da minha infância, não por causa dos fantoches, mas por causa do barulho. Oooh! Mas do barulho? É, do barulho, pô!

Eu sempre fui duro na queda na hora de dormir, acho que por isso não cresci muito, sempre fui uma pessoa da night e da curtição noturna, pois que bem.

Quando eu tinha a idade de uns 6 à 9 anos, de noite minha mãe sempre ia deitar comigo, me colocar na cama e me fazer dormir, ela ficava lá até ouvir eu roncar. Mas imaginem vocês o quê ela fazia pra eu dormir, barulhos. Vê se pode. Sim, barulhos, não que ela estivesse cantando e cantasse mal, barulhos mesmo.

Quando apagava a luz ela ficava arranhando a cama na esperança de eu pensar ser um bicho e ficasse bem quietinho, então o sono logo viria e eu dormiria o mais depressa... Olha como pais são doidos!

A mulher queria que eu dormisse enquanto eu soubesse que tinha um bicho debaixo da minha cama! Era pra eu nunca mais dormir... (risos)

Lembro que uma noite eu não queria dormir de jeito maneira, até que eu encontrasse o tal barulhinho, não era possível, aquilo me deixava doido e aquela noite ela também ficou.

Anos mais tarde fui descobrir a origem do tal barulho. Pois é, vocês pais de plantão, por favor, não traumatizem ou frustrem demais suas crianças, elas podem tornar-se psicopatas um dia e a culpa será total de vocês.

Conclusão, eu ainda não durmo cedo, continuo baixo e pra completar tenho medo de que alguma coisa possa surgir do escuro pra querer me matar, mas vejam pelo lado bom, sou completamente (a) normal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário