sábado, 8 de maio de 2010

Fogo

Não só aquele que literalmente queima, mas aquele que metaforicamente arrasa o que tiver pela frente. Usamos muito a expressão “fogo” para expor algo que está sendo difícil de se lidar ou que já tenha devastado.

Eu digo que “fogo” é muito mais do que isso, por mais pejorativo que possa ser. Fogo não só destrói, mas como constrói. Sim. Para que haja uma fusão é preciso do calor do fogo, Para emendar algo.

Situações onde há fogo podem ser revertidas de ruins para boas, basta realmente querer.

Sem dizer que o fogo ajuda a construir um ambiente aconchegante, quando sob controle, mas o problema é que ele sempre foge e acaba causando uma tragédia ou outra por onde passa.

Curioso é saber que esse fogo ao qual me refiro não é obtido por palitos, isqueiros nem nada. Esse fogo quem faz somos nós, o problema é que sempre acabamos queimados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário