quarta-feira, 21 de abril de 2010

Gestos


De bondade, piedade, amor, compaixão, grosseria, maldade, falsos, verdadeiros, gestos! Ações, movimentos!

Gestos não só fazem parte da comunicação, como são a própria comunicação. Antes de fazermos qualquer gesto devemos pensar no significado que o mesmo pode atribuir à alguém. Sim! Gestos podem ser perigosos! De alguns, nós nos arrependemos, de outros nos orgulhamos, alguns nem ligamos!

A comunicação, mudou, muda e mudará sempre o mundo. Nos casos particulares o nosso mundo, nosso mundo social. Sim, temos esse poder! E é incrível saber que você mudou o mundo (pra melhor)!

Ontem, fiz um gesto que pra mim poderia ter sido só um abraço, mas para minha amiga foi mais do que isso! E foi! Pois acima de tudo foi um gesto além de comunicativo, carregado de sentimentos!

É engraçado como podemos mentir o quanto quisermos, mas nosso corpo sempre dirá a verdade. Pois não é da natureza o homem ser aleivoso, pois se fosse nossos corpos nos acompanhariam. Daí surgem os gestos espontâneos!

Bom, não me furto de dizer que fiquei extremamente feliz de saber como ajudei com um simples gesto de carinho, uma amiga que gosto muito e pra terminar digo que faço gestos bons e gestos ruins, assim como todos, porém em sua maioria são sempre verdadeiros e com a melhor das intenções, nem que sejam pra abalar.

Para minha amiga, que me inspirou no texto, Patrícia Azevedo de Moraes (Patty).

Nenhum comentário:

Postar um comentário